Santuário de Santo Expedito de Mauá

Uma igreja verdadeira


UMA IGREJA VERDADEIRA.

Toda igreja apostólica deve possuir uma legitima sucessão Apostólica que venha desde a criação do mundo:

- Criação, queda do homem e promessa de redenção (Gênesis 03: 13,19).

- Deus firma aliança com Noé (Gênesis 09: 01,17).

- Aliança com Abraão (Gênesis) 15: 03,06) – Prenuncio do Messias e do Sacerdócio (Gênesis 14:18,20).

- Confirmação da Aliança em Isaque (Gênesis 26: 23,25).

- Confirmação da Aliança com Jacó (Gênesis 32: 23,31).

- Benção de Jacó sobre seus doze filhos; doze patriarcas de Israel, povo de Deus (Gênesis 49: 01,27).

- Reafirmação da Aliança em Moisés (Êxodo 19:19).

- Instituição do sacerdócio levítico (Êxodo 28: 01,09).

- Profecia sobre Cristo (Deuteronômio 18:15).

- Os Apóstolos de Jesus Cristo são os continuadores dos patriarcas de Israel (Apocalipse 04:04):

- Jesus Cristo convoca os doze discípulos (Mateus 04:19).

- Jesus Cristo confirma doze Apóstolos (João 20:19:23).

- Jesus Cristo institui a Eucaristia, sinal da nova Aliança (Mateus 26: 26,29).

- Os doze Apóstolos, sucessores de Jesus Cristo, iniciam a Igreja, “continuação” do povo de Deus em Jerusalém (Atos 02: 01,10-37,47).

- Os apóstolos instituem diáconos (Atos 06: 01,07).

- Os Apóstolos reúnem-se na primeira Assembléia Eclesiástica (Concílio) universal (Catpolico).

- Os Apóstolos , pela unção e imposição de mãos consagram novos sucessores diretos (I Timóteo 01: 06,07 – 04:14 – 05:22 e III João 01:04).

- Os Apóstolos fundam os cinco patriarcados (sede do Cristianismo) da Igreja: Jerusalém (Os doze), Antioquia (Pedro, Paulo e Barnabé), Roma (Pedro), Constantinopla (André) e Alexandria (Marcos, discípulo de Pedro). (Atos 11: 19,26 – Tiago Cap. 01).

- O último dos Doze a falecer é João. Os sucessores (Bispos, Santos e Mártires) continuam a obra de edificação da Igreja Universal, fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo.

- Século XIII – Os turcos tomam Constantinopla e suprimem o patriarca grego. Toda Tradição e esplendor da Igreja Ortodoxa se transfere para a Rússia.

- O Sínodo de Igreja Ortodoxa Russa aprova a consagração episcopal de Dom Afitmios Ofiesh por Dom Basil Eudokim, em 13 de maio de 1917 na Catedral de São Nicolau em Nova York, Estados Unidos.

- Seis anos depois, Dom Aftmios Ofiesh é elevado ao Arcebispado Ucraniano, Árabe e Americano, com a aprovação do Patriarca de Moscou Tikhon Bellavin.
- Dom Aftmios Ofiesh consagra Dom Joseph Zuk como bispo eparca das paróquias da América.

- Em 1947, Dom Bohdam Shpikat assume como sucessor de Dom Joseph Zuk.

- Dom Bohdam Shpikat, metropolita da Igreja Ortodoxa Ucraniana da América (Jurisdição do Patriarcado Ecumênico) foi consagrado em 1930 por Athenágoras, Patriarca Ecumênico Grego.

- Dom Bohdam Shpikat consagra Walter Miron Propheta como arcipreste-mitrado (Bula de 18 de abril de 1959).

- Walter Miron Propheta é consagrado por Monsenhor Theoklitos Kantaris (Arcebispo grego-ortodoxo de Salamis-Chipre) em 30 de março de 1965.

- Em 14 de janeiro de 1968, é elevado ao patriarcado para a Antiga Igreja Ortodaxa da Ucrânia e América (American Church) sob o nome de S.B. Wolodymyr I.

- Nesse mesmo período ainda no espírito da Reforma Católica Ortodoxa proposta por Monsenhor Aftmios para uma ortodoxia orientada numa universalidade Cristã menos étnica. Monsenhor Propheta recebe a sucessão Vétero-Católica por Dom Carmel Carfora, com aprovação da Conferência de Utrech.

- Em 25 de dezembro de 1964, S.B. Wolodymir, junto com Dom Joaquim Souris (Bispo Grego Ortodoxo do Antigo Calendário), consagram Monsenhor Giussepe Santo Pace, sob o nome de “Eusébio , bispo de Nazareth” (permanecendo como Exarca Apostólico para a Itália e América do Sul).

- Dom Eusébio consagra no Brasil, Luiz Antonio do Nascimento (Arcebispo Bielo-russo Eslavo no Brasil), Leonino Gomes Neto (Arcebispo Ortodoxo Siriano) e Dom Milton Cunha, como Arcebispo primaz do Brasil em 29 de outubro de 1970 e após seis anos nomeado Exarca Apostólico para o Brasil e América Latina em 26 de outubro de 1976.

- Dom Milton Cunha consagra Dom Vital Rodrigues de Souza em 09 de maio de 1982, como Bispo Primaz do Brasil e América Latina da Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Missionária do Calvário.

- Na década de 90, lutuosos acontecimentos fragmentam e extinguem o Arcebispo no Brasil. Para subsistir canonicamente a eparquia do ABC apóia-se no exemplo das igrejas greco-ucranianas, irmãs da América, seguindo o Cânon 372: “em caso de impossibilidade de comunicação com o patriarcado, as eparquias e dioceses assumem plena e total autoridade”, (aprovado em 07 de novembro de 1920 pelo Santo Sínodo da Igreja Ortodoxa Russa, sob a presidência do Patriarca Tikon de Moscou).

- Orientando-se sob a natureza do cânon 372, em 19 de julho de 1983, Dom Vital Rodrigues de Souza erige jurídica e canônicamente a Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Missionária do Calvário, constituindo verdadeiramente uma Igreja Católica e Ortodoxa por sua índole ecumênica e sucessão apostólica.

A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ORTODOXA MISSIONÁRIA DO CALVÁRIO, será regida pela palavra de Deus, expressa na Bíblia Sagrada, pelo Estatuto existente, pelas normas de seu Regimento interno e pelas disposições legais que lhe são aplicáveis. Sendo assim, uma sociedade de fiéis que levarão adiante o compromisso com Deus em uma igreja Santa e Abençoada.

PAZ EM CRISTO JESUS!